quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

[o instante colorido que foi esquecido]

As ruas corriam sorridentes para fora e para dentro, tudo era rápido e ecstasiante. As calçadas insistiam em preferir ignorar a turbulência incessante que ali acontecia, conformando-se com a sua estagnação que julgavam ser adequada a aquele instante. De repente, as cores do céu saltaram de suas alturas, chegaram e despejaram-se sobre o concreto da calçada que permanecia inerte e só. O tudo parou por um quase eterno instante a fim de vislumbrar aquele segundo passar. O ponteiro menor mexeu uma única vez. Pronto. O segundo havia passado, e aquele instante jamais seria novamente. O movimento voltou, as calçadas foram esquecidas, tudo voltou ao normal.

ao som de: beirut - elephant gun

6 comentários:

vanessa reis disse...

e eu te amo.

vanessa reis disse...

Ai que lindo!

Ogami disse...

Também gostei.
Abração!

:: Natacha Coziuc disse...

achei perfeito!!!

gabi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gabi disse...

eh, existem momentos raros, feitos somente para aqueles que sabem para aonde olhar...